sexta-feira, 6 de janeiro de 2006

Cinco Semanas em Balão (1862, 1863)


Contribua com a sua opinião acerca desta obra!
Poderá ler aqui no blog uma crítica de Fernando Rocha sobre esta obra.

Sinopse:
 
Cinco Semanas em balão foi a primeira grande obra literária do escritor francês Júlio Verne, publicada pela primeira vez em 1863. Como é comum em todas as obras de Verne, este livro relata uma grandiosa viagem, passada em meados do séc. XIX, que teve como finalidade a travessia do continente africano desde a costa oriental à costa ocidental (Zanzibar ao Senegal), usando como veiculo um balão de hidrogénio. O criador deste aparelho é o professor Fergusson de nacionalidade inglesa, que já sendo famoso pelas suas grandes expedições à volta do globo quer ir mais além. Ele conjuntamente com o seu criado Joe, o seu grande amigo escocês Dick Kennedy, partem de Zanzibar, uma ilha na costa oriental de África, com o intuito de atravessarem o continente segundo uma rota mais ou menos paralela à linha do equador, tendo como grandes objectivos a descoberta da nascente do grande rio Nilo e a descoberta da região central de África que na altura ainda era uma incógnita nas cartas geográficas.

7 comentários:

helena disse...

Fantástica, digna de filme! Adorei.

gabriel disse...

digno de exibibido em todo o brasil

Luis disse...

A 1ª obra que li dele. O melhor comentário que posso deixar? Com ela começou uma grande admiração. Mais palavras para quê?!

Bruno Galassi disse...

Não só no Brasil como no mundo inteiro...

Anónimo disse...

necessario verificar:)

Robur disse...

Tem sorte quem estreou Júlio Verne lendo esta obra, pois este também foi o primeiro livro a ser escrito pelo nosso herói.
Por que ainda não virou filme não consigo entender, mas talvez tenha valido a pena a espera, pois com as novas tecnologias de cinema 3D as tomadas em grandes altitudes sobre as paisagens africanas devem render um filme espetacular. Isso Se não avacalharem muito com o roteiro, como fizeram com os último filmes baseados no Viagem ao Centro da Terra, onde a obra de Verne só foi citada como chamariz, mas o filme seja quase um insulto ao nobre escritor.

Itin disse...

Julio Verne já nos levou a viajar para vários lugares! Não teve nenhum autor que explorou tanto o nosso planeta como Verne. Volta ao mundo, pelos ares ou por terra, pelo fundo dos mares, ou pelo fundo da Terra, e tudo isso com apenas os ases da imaginação! E dentre todas essas viagens uma ficou marcada, extremamente bem detalhada: a viagem ao continente africano, executada a bordo de um balão!
Cinco Semanas em Balão, conta a história do Dr. Fergusson que se propõe a atravessar o continente africano por uma rota ainda não explorada, usando um balão de hidrogênio. Para essa façanha louca, e considerada impossível por muitos, partirão com ele em sua viagem seu fiel criado Joe, e seu grande amigo Dick Kennedy. Juntos eles irão passar por uma aventura inédita nas suas vidas, e vão conhecer todos os perigos do continente selvagem.
Como as outras obras do autor, tudo é construído minuciosamente e detalhadamente, baseado apenas na imaginação do autor, que nunca viajou realmente para os confins da Terra como suas obras propõem, portanto toda a paisagem narrada é fictícia.
Verne é um dos maiores escritores da história da literatura, e gera em suas histórias, viagens realmente fantásticas. Em Cinco Semanas em Balão, Verne consegue imergir o leitor por uma viagem extremamente perigosa ao continente negro, detalhando a paisagem exuberante, a fauna exótica, os habitantes selvagens e o clima revolto. A viagem é bem narrada, e dificuldades como altura, direção do balão – que se direciona de acordo com o vento – altitude e mantimentos, são sempre levados em conta, além dos próprios perigos da África: tempestades, animais selvagens, tribos antropófagas, e o temível deserto do Saara, são todos levados em conta no livro.
Outra grande qualidade de Verne, é construir imagens miraculosas e estupendamente belas: tempestades assistidas do ponto de vista de um balonista, vulcões em plena erupção assistidos por cima, oásis, entre outras, são algumas dessas maravilhosas cenas criadas por Verne.
Cinco Semanas em Balão, pode não ser pretensioso como 20.000 Léguas Submarinas, ou Viagem ao Centro da Terra, mas é uma das melhores obras do autor, que mais uma vez, se aproximou bastante da realidade, utilizando-se de uma ficção cinematográfica!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...