sexta-feira, 6 de janeiro de 2006

As Atribulações de um Chinês na China (1878, 1879)


Contribua com a sua opinião acerca desta obra!

Poderá ler aqui no blog uma crítica escrita por Carlos Patrício sobre esta obra.

1 comentário:

Luis disse...

Livro escrito num estilo bastante diferente daquele a que Verne nos habituou nas suas obras anteriores em que vibramos desde o inicio ao fim com o passar de cada página, nesta obra ficamos com a sensação de um lento arrastar da história pela qual somos conduzidos, sentindo apenas alguma emoção a espaçados intervalos.

Difícil é também seguirmos os passos dos personagens, dado que nem todas as edições contêm todas as ilustrações, principalmente a que diz respeito ao mapa da China da altura em que se passa a acção, pois os nomes geográficos dos sítios em que ela se passa, para além de serem de difícil tradução, poderão também ter sofrido alteração até à actualidade.

Não obstante, e tratando-se de uma obra que carrega um significado mais filosófico, consegue apreciar-se o seu sentido no derradeiro capítulo e que passa por saber tirar partido da vida e de saber apreciá-la. Saber passar pela vida e não deixar que a vida passe, sem cor, por nós.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...