terça-feira, 30 de junho de 2009

Vencedores - Passatempo 'Jules Verne - O espaço africano nas aventuras da travessia'

Já temos os vencedores do passatempo 'Jules Verne - O espaço africano nas aventuras da travessia'. Os dois mais rápidos foram:

Marta Vieira
Luís Silva

Para decifrar a mensagem, os participantes tiveram que subtrair a chave 432513, que aparece em A Jangada (daí a referência à obra no passatempo), ao conjunto de letras. Exemplo: l-4=G, r-3=O, u-2=S, etc...

Texto decifrado:

"Gostaria muito de ganhar este livro. Resta-me saber se fui um dos contemplados com um dos dois exemplares oferecidos pelo Blog JVernePT e pelo Dr. Carlos Jorge."



Cada participante receberá um exemplar da dissertação de Mestrado do Dr. Carlos Jorge (Fac. de Letras de Lisboa - Portugal) sobre Júlio Verne.

Obrigado aos participantes.

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Passatempo 'Jules Verne - O espaço africano nas aventuras da travessia'

«Nunca África é vista , em qualquer dos romances vernianos, como lugar a ser deixado tal como fora encontrado. O espaço selvagem nunca é o lugar ameno de reencontro com a natureza... Para o exercício do herói, é mero lugar de jubilação, uma coutada a usar até a última peça de caça estar viva.»

Onde nasce o encanto da leitura (ingénua) por narrativas de aventuras que têm como matéria principal a revelação de países e territórios outros? Como é que um percurso de conhecimento e de reconhecimento de terras africanas se torna fascinante para o leitor, e não um mero «roteiro» turístico com personagens que percorrem espaços «exóticos»? Para entender a recepção desta representação do espaço, é preciso interrogar os respectivos processos textuais de Júlio Verne. E a resposta deste ensaio é que no genial autor de "Cinco Semanas em Balão" o percurso de escrita é uma progressão de técnicas e artifícios narrativos, também eles merecedores de uma infindável atenção específica.

Este livro, da editora Cosmos, é uma dissertação de Mestrado do Dr. Carlos Jorge (Fac. de Letras de Lisboa - Portugal) sobre Júlio Verne.
O Blog JVernePt, juntamente com o autor, tem para oferecer dois exemplares aos primeiros participantes que conseguirem decifrar o seguinte texto:

lruabundobjxsggmbqmdtjtxiolcsrvhuabpivcgfuxh hbjzqgqzdrrxgrqoegqzdrqzoipvhrlzfbiprqbuiv qlfuiflipvthntcosjmcfurhrafsioqisfeunttnsuij

A resposta deverá ser enviada para JVerne@portugalmail.pt.
Dica: como saberão, J. Verne era um amante da criptografia tendo usado várias técnicas (chaves de decifração) em algumas obras suas. Uma delas foi A Jangada.

O passatempo está aberto apenas aos membros registados no Fórum JVerne de qualquer nacionalidade.

O Saint-Michel II já flutua!!!

O Saint-Michel II, uma réplica de um dos três iates de J. Verne, já flutua, após quatro anos de trabalho.

Com 13 metros de comprimento, este navio vermelho e preto fabricado em 1876 foi o único dos três navios que Jules Verne supervisionou na construção, adaptando-o às suas necessidades, incluindo uma sala de escrita. Por dois anos o escritor navegou até Londres, Amesterdão e ao Mar Báltico, até comprar um barco a vapor, o Saint-Michel III. O Saint-Michel II foi vendido e destruído em 1911.

A réplica, cujo projecto foi lançado por ocasião do centenário da morte de Jules Verne, 2005, e que teve quatro anos de trabalho com voluntários da Associação La Cale 2 L'île, foi exposta em Nantes desde quarta-feira e na sexta-feira foi colocado na sua rampa de lançamento.



O navio foi lançado sábado de manhã, às 10 horas, ao "velho estilo", sobre o Loire.
Numa atmosfera festiva, as milhares de pessoas assistiram ao lançamento da réplica do Saint-Michel II. Com casco branco, preto e vermelho, o objeto de todas as atenções moveu-se lentamente sobre o rio e começou a flutuar acompanhado com um bater de palmas. Sim, o Saint-Michel II flutua novamente! Vejam também vídeo.




No entanto, o barco está muito longe de estar acabado. Ela carece das suas armas, incluindo a sua torre, os seus 180 metros quadrados de velas, motor, etc. Mas para alcançar este objetivo, é necessário um novo financiamento, os fundos que a Associação La Cale 2 L'île espera receber rapidamente (doações são aceites).

Ainda se desconhece em que porto ficará.

Fonte:
Texto: Blog de Passepartout.
Foto: Nathalie Bourreau - Presse Océan.fr

domingo, 28 de junho de 2009

Vencedores - Passatempo 'Idade do Gelo 3'

Deixo a lista dos vencedores do merchandising do filme "Idade do Gelo: Despertar dos dinossauros" que responderam corretamente às cinco perguntas. Para desempate teve-se em consideração os desenhos enviados.

"Os produtores deste 3º filme basearam-se numa obra de que escritor?"
(Resposta-"J. Verne")

"E que obra é essa?"
(Resposta-"Viagem ao centro da Terra")

"Os nossos heróis Ice Age estão de volta. Diga o nome de três deles."
(Resposta-"Por exemplo, Manny, Cid e Scrat")

"Qual a nacionalidade do realizador deste terceiro filme?"
(Resposta-"Brasileira")

"Qual o nome da distribuidora do filme em Portugal?"
(Resposta-"Castello Lopes")


3 fantásticos casacos Ice Age com os nossos heróis estampados

Isaac Rodrigues
Lilia Gomes
Adelia Nunes

3 bonés com a maravilhosa paisagem do filme no seu interior

Denise Almeida
Inês Gaspar
Ivo Santos

3 extraordinárias pen's num formato super giro

Marta Vieira
Rui Fonseca
Telma Silva

Todos os vencedores serão avisados por e-mail. Os prémios serão enviados para a morada que enviaram aquando da participação.
O Blog JVernePt agradece a todos que participaram no passatempo.


Idade do Gelo: Despertar dos dinossauros


Site oficial

ESTREIA DIA 1 DE JULHO

Realização

Carlos Saldanha

Versão Original e Versão Dobrada em Português com as Vozes de:

Manny - Ray Romano / Luís Rizo

Sid - John Leguizamo / Peter Michael

Diego - Denis Leary / Alfredo Brito

Crash - Sean William Scott / Vítor Emanuel

Eddie - Josh Peck / Heitor Lourenço

Ellie - Queen Latifah / Claudia Cadima

Buck - Simon Pegg / Afonso Pimentel

Género

Animação

Produtora

20th Century Fox

Duração aproximada de 90 min.

Os heróis abaixo de zero, dos famosos “blockbusters” de animação “A Idade do Gelo” e de “A Idade do Gelo: Descongelados”, estão de regresso numa nova e incrível aventura para todas as idades.

Scrat continua a tentar apanhar a sempre escorregadia avelã (talvez, até ao dia em que encontre o verdadeiro amor!); Manny e Ellie, esperam ansiosamente o nascimento do seu mini mamute; Diego, o tigre dentes de sabre, questiona-se se não estará a ficar demasiado “bonzinho” junto aos seus companheiros e Sid, a preguiça, mete-se em sarilhos quando resolve constituir uma família, “desviando” para isso alguns ovos de dinossauro.
Numa missão para resgatar o desafortunado Sid, o grupo aventura-se num misterioso e estranho mundo, onde têm encontros com dinossauros, gladiam com a flora e a fauna, e correm de um lado para o outro freneticamente – e acabam por encontrar uma implacável doninha zarolha, caçadora de dinossauros, chamada Buck.

quarta-feira, 24 de junho de 2009

'20000 Léguas Submarinas' à prova de água

O italiano Paolo Orsacchini criou, faz este mês um ano (e pedimos desculpa pelo atraso mas só hoje chegou ao nosso conhecimento), esta edição - limitada e comemorativa – de Vinte Mil Léguas Submarinas de J. Verne.

Trata-se de uma versão impressa em papel à prova d’água e embalada num saco transparente contendo água do mar. Sem dúvida, uma compra que nunca iremos tentar abrir.



Fonte: Core77

segunda-feira, 22 de junho de 2009

A megalomania de Michael Todd



Baseado na obra literária de Júlio Verne, o filme “A Volta ao Mundo em 80 Dias”, de 1956, consegue ser uma das comédias mais fascinantes, suntuosas, faraónicas e megalomaníacas de seu tempo. A história, que cativava muitos produtores desde os anos 40, estava engavetada em alguma escrivaninha da Warner. Era tida como algo tão nababesco que seria impossível transpor sua concepção literária para a materialização do cinema. Até que o produtor Michael Todd resolveu quebrar todos os dogmas envolvendo o assunto e, remando contra a maré, arriscou suas fichas e apostou na ideia. Ele, de fato, sempre fora um inveterado apostador.

Para a história do cinema contemporâneo, Todd será sempre lembrado como o produtor de A Volta ao Mundo em 80 dias. Fora o seu primeiro e único filme. Resultado: foram 8 indicações ao Oscar e 5 estatuetas; melhor fotografia, melhor roteiro adaptado, melhor edição, melhor música e, para arrebatar, melhor filme. Um índice invejável.

A concepção da película tornava sua produção demasiadamente cara: a maioria das gravações ocorria em ambientes externos; 13 países serviriam como pano de fundo para ambientar a história; 68.894 figurantes; 74.685 peças de figurino; 6 milhões de quilómetros percorridos ao término das filmagens; 90 domadores que ficaram responsáveis por 8.500 animais que entrariam em cena; 140 cenários construídos.

Detalhe: Todd foi conseguindo um empréstimo aqui, outro acolá... Teve de driblar seus credores, inúmeras vezes, durante as filmagens e precisava provar a todos que aquilo não se tratava da maior barca furada da história de Hollywood. Para ajudar, o primeiro diretor do filme, John Farrow, foi sumariamente demitido logo em sua primeira semana. Em seu lugar, o jovem e desconhecido à época, Michael Anderson, que ficaria mais tarde conhecido por filmes como “As Sandálias do Pescador” e “Operação Crossbow”, fora recrutado.

Na obra em questão, fica claro a predileção do diretor em usar e abusar de takes com as lentes “Grande Angular”, para dar discernimento de espaço, amplitude e pontos longínquos ao cerne da cena. Tudo, sempre com movimentos absolutamente perfeitos amparados por um edição de primeiríssima linha.

O elenco é outro show à parte. Um verdadeiro grupo, que contava com o mestre David Niven, o fabuloso Cantinflas e a ainda novata Shirley Maclaine. Mas, como tudo aqui tem um “q” de afetação, Todd criou uma nova modalidade em se tratando de aparições em filmes: o papel camafeu. Tratava-se de uma pequena ponta feita por um grande nome da indústria. Não que seu papel fosse pequeno; nessa nova concepção de Todd era como se um espaço fosse aberto para a “assinatura” de um grande astro. E, no decorrer das gravações, uma corrente de estrelas fez questão de participar. Há aparições de gente como Frank Sinatra, Peter Lorre, Buster Keaton e Marlene Dietrich, só para citar alguns.

O filme nos dá um retrato da sociedade burguesa da Inglaterra, em fins do século XIX. A aristocracia costumava se reunir em clubes ultra tradicionais, para ler os jornais, jogar xadrez, tomar chá e fazer apostas com as cartas. Numa dessas reuniões, um figurão bretão aposta que Sir David Niven seria incapaz de dar uma volta completa no mundo em 80 dias. É o ponto de partida para uma das mais divertidas aventuras já realizadas pelo cinema.



Ninguém melhor nesse mundo que Niven para ilustrar o típico inglês: sistemático, sempre pontual, de modos pragmáticos, de ar petulante, senso imperialista, tom sofisticado, gestos delicados, muito educado (até quando ofende alguém), enfim, todas essas características fundidas, com precisão de dosagem, deixam o personagem de Niven sempre com um ar cómico. Impossível não rir e não se apaixonar. Mesmo ficando claro que para eles, os ingleses, o resto do mundo era visto como uma aldeia tribal, composta por seres ferozes e animalescos, prontos para serem doutrinados e dominados pela cultura da Rainha. Incrível ver o enorme desdém despejado por Niven por tudo o que é americano, durante a passagem dos aventureiros por lá.

Impossível, também, é não falar da presença do maior comediante da história do México: Cantinflas. Ele era o ator mais rico do mundo, em 1955, quando foi convidado a participar do projeto. Trata-se de seu primeiro filme em língua inglesa e um dos raros em que atuou até o fim de sua carreira. Mario Moreno, o Cantinflas, arrasa nesse filme. Além de notório comediante, ele dança, faz malabarismos, enfrenta um touro durante uma tourada na Espanha, doma cavalos e inventa as mais improváveis peripécias. Seu modo visceral, gestual e físico de fazer comédia pode ser comparado com o de Buster Keaton, ainda mais pela ausência total de dublês. Cantinflas, oriundo dos palcos de pequenos e modestos circos mexicanos, emana a mais pura luz, em cada cena que aparece. É o showman, um artista nato, daqueles tão raros de se encontrar nos dias de hoje.



Com um final escandalosamente incrível e engraçado, seria , no mínimo, injusto de minha parte não dar a nota máxima a essa obra que, ainda, abriu as portas para que outros profissionais ingleses fossem respeitados e premiados nos Estados Unidos, pondo fim a um ranço histórico entre colonizado e colonizador. Compará-lo ao remake de 2004, com Jackie Chan, seria de uma deselegância com David Niven que sinto-me na obrigação de me abster sobre o assunto.

Fiquem com o trailer deste magnífico filme:



Por Thiago Fernando Secco, do blog Salada de Filmes e cedido gentilmente para o Blog JVernePt.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Novo batismo do Saint-Michel II 133 anos depois

A Associação La Cale 2 l'Ile, decidiu, e de acordo com os planos originais, construir uma réplica do do segundo iate de J. Verne, o Saint-Michel II (1876).

Depois de 400 000 € investidos e quase 20 000 horas depois, o novo iate está finalmente pronto para navegar. O seu batismo está marcado para às 9.30h do dia 27 do corrente mês na cidade de nascimento do escritor francês, Nantes.

Esta construção tem sido acompanhada por toda a mídia francesa, desde os jornais à TV, e portanto, sugiro aos vernianos que moram em Nantes em não perder esta oportunidade pois será um acontecimento inesquecível.



Mais informações (em francês) aqui.

terça-feira, 16 de junho de 2009

Vai uma nova aposta no Reform Club?

«Phileas Fogg havia saído de sua casa de Saville Row às onze e meia, e, depois de ter posto quinhentas e setenta e cinco vezes o seu pé direito diante do seu pé esquerdo e quinhentos e setenta e seis vezes o seu pé esquerdo diante do seu pé direito, chegou ao Reform Club, vasto edifício, construído em Pall Mall...»

Paulo Ferreira, do site Mistério Juvenil, após uma breve visita à capital inglesa, Londres, enviou, propositadamente para o Blog JVernePt, várias fotos do famoso Reform Club, o local de eleição de Phíleas Fogg. Foi numa destas salas deste maravilhoso edifício de 1836 que ocorreu a aposta de Fogg e dos outros membros do Clube para a viagem mais famosa do Mundo:






@PauloFerreira.tv

«...já que hoje é quarta feira 2 de Outubro, deverei estar de volta a Londres, a este mesmo salão do Reform Club, no sábado 21 de Dezembro, às oito e quarenta e cinco da noite...» (Phíleas Fogg).

O nosso obrigado ao Paulo Ferreira pelo envio destas magníficas fotografias.

segunda-feira, 1 de junho de 2009

Passatempo 'Idade do Gelo 3'

Hoje comemora-se o Dia da Criança e a distribuidora portuguesa Castello Lopes Multimédia, depois do grande sucesso do anterior passatempo, decidiu presentar mais uma vez o Blog JVernePt com merchandising do novo "Idade do Gelo: Despertar dos dinossauros", filme que foi notícia aqui no nosso blog.

A Castello Lopes Multimédia, em parceria com o Blog JVernePt, tem para oferecer aos visitantes mais jovens do nosso blog:




3 fantásticos casacos Ice Age com os nossos heróis estampados


3 bonés com a maravilhosa paisagem do filme no seu interior


e ainda...

3 extraordinárias pen's num formato super giro


Para ganhar os prémios basta preencher o formulário em baixo com o nome completo, email, morada (para entrega do prémio), e com as respostas às cinco questões formuladas.

Com o objetivo de desempatar pede-se também que cada jovem envie para jverne@portugalmail.pt, no formato JPG, um desenho feito por si com alguns dos heróis do filme no centro da Terra. Não se esqueça de adicionar ao desenho o nome que colocou aquando do envio do formulário.

O passatempo termina dia 29 às 18:00h.






A IDADE DO GELO 3

DESPERTAR DOS DINOSSAUROS

ICE AGE 3: DAWN OF THE DINOSAURS

Site oficial

ESTREIA DIA 1 DE JULHO

Realização

Carlos Saldanha

Versão Original e Versão Dobrada em Português com as Vozes de:

Manny - Ray Romano / Luís Rizo

Sid - John Leguizamo / Peter Michael

Diego - Denis Leary / Alfredo Brito

Crash - Sean William Scott / Vítor Emanuel

Eddie - Josh Peck / Heitor Lourenço

Ellie - Queen Latifah / Claudia Cadima

Buck - Simon Pegg / Afonso Pimentel

Género

Animação

Produtora

20th Century Fox

Duração aproximada de 90 min.

Os heróis abaixo de zero, dos famosos “blockbusters” de animação “A Idade do Gelo” e de “A Idade do Gelo: Descongelados”, estão de regresso numa nova e incrível aventura para todas as idades.

Scrat continua a tentar apanhar a sempre escorregadia avelã (talvez, até ao dia em que encontre o verdadeiro amor!); Manny e Ellie, esperam ansiosamente o nascimento do seu mini mamute; Diego, o tigre dentes de sabre, questiona-se se não estará a ficar demasiado “bonzinho” junto aos seus companheiros e Sid, a preguiça, mete-se em sarilhos quando resolve constituir uma família, “desviando” para isso alguns ovos de dinossauro.
Numa missão para resgatar o desafortunado Sid, o grupo aventura-se num misterioso e estranho mundo, onde têm encontros com dinossauros, gladiam com a flora e a fauna, e correm de um lado para o outro freneticamente – e acabam por encontrar uma implacável doninha zarolha, caçadora de dinossauros, chamada Buck.


Regulamento do Passatempo 'Ice Age 3' com a parceria Castello Lopes Multimédia e Blog JVernePt

1- O passatempo decorrerá de 2009.06.01 a 2009.06.29 e destina-se a todos os indivíduos que vivam em Portugal.

2- Das respostas recebidas, apenas serão consideradas válidas as que preencherem devidamente os campos solicitados (Nome completo, Morada completa, e-mail e respostas) e as que sejam enviadas dentro do prazo estabelecido. Qualquer resposta que não cumpra os requisitos exigidos, não será validada.

3- Serão premiados aqueles que respondam acertadamente às questões colocadas e que nos enviem os desenhos mais originais.

4- Só é aceite uma resposta válida por endereço de e-mail e por concorrente pelo que não adianta responder ao formulário mais do que uma vez.

5- O blog JVernePt compromete-se a garantir a privacidade dos dados pessoais recolhidos e/ou transmitidos online e comunicará apenas à entidade Castello Lopes Multimédia para que seja possível o envio dos prémios.

6- A cada participante será pedida a preferência do prémio a receber. Caso o número de participações para esse prémio ultrapasse a sua quantidade, as três melhores participações manter-se-ão passando as outras para o prémio cujas participações não tenham atingido a quantidade prémios a oferecer.

7- Os prémios serão enviados em correio registado (entrega em mão) e dirigidos ao nome
constante dos dados inseridos aquando do envio das respostas. Os premiados deverão apresentar o seu BI ou outro documento identificativo (não serão aceites fotocópias) ao agente de entrega de encomendas.

8- O participante, ao participar na acção promocional, aceita automaticamente as condições expressas neste regulamento, aceitando por isso as regras e condições nele estabelecidas.

9- Os premiados serão anunciados no Blog JVernePt, no dia seguinte ao fim do passatempo, e serão notificados por e-mail nesse mesmo dia para o endereço constante dos dados inseridos aquando do envio das respostas.

10- Caso existam dúvidas sobre o presente regulamento, devem ser apresentadas através do e-mail jverne@portugalmail.pt.

O nosso muito obrigado à Castello Lopes Multimédia pelo envio de merchandising deste fantástico filme.

E um feliz Dia da Criança a todas elas, é o desejo do Blog JVerne Pt.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...