domingo, 30 de novembro de 2008

Concurso 'Les Univers de Jules Verne'

O site francês 3DVF (Le Magazine Online de la 3D Francophone) organizou neste ano de 2008 mais um concurso anual de desenho cujo tema foi 'Les Univers de Jules Verne':



Este concurso, com quase uma centena de participações válidas, foi um sucesso não só pela quantidade de desenhos enviados como também pela fantástica qualidade.

Deixo-vos o pódio dos desenhos em estilo 3D:







Mas engane-se quem acha que os desenhos que não ficaram no Top3 são inferiores a estes. Para mim não ficam nada atrás e para verem que tenho razão deixo mais dois que também achei soberbos:





Todos os desenhos a concurso poderão ser consultados no site do concurso 3DVF.

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

'Around the World... ' - #28

A viagem do livro 'A Volta ao Mundo em 80 dias', cujo objectivo é a volta ao mundo em menos de 80 dias, teve hoje a sua sétima paragem no belo país de Israel.

Todos nós queríamos que Israel fosse paragem obrigatória nesta viagem pois gostaríamos de aproveitar a ocasião para homenagear um dos maiores vernianos de sempre falecido recentemente, Zvi Har'El (1949-2008)!
Zvi está no nosso pensamento!!

Nadav, filho de Zvi, mostrou-se interessado em participar e hoje, no dia 28 da viagem, recebeu o livro na cidade portuária de Haifa.
Depois de o receber, rapidamente lhe tirou uma foto junto a uma oliveira no bairro alemão (ficou com esse nome pois há 100 anos atrás viviam lá muitos alemães) antes de ir lanchar com a sua irmã e esposa a um café arábico:


Nadav junto a uma oliveira e um típico café de Israel

Haifa é a terceira maior cidade do país, depois de Tel Aviv e Jerusalém, e está localizada desde o Monte Carmelo até à zona portuária.
Na encosta do monte, com uma fantástica vista para a baixa da cidade, fica a sua maior atracção turística, o Santuário do Báb, onde está enterrado o Báb, o precursor da Fé Bahá'í. Este belo monumento, pertencente ao Centro Administrativo da Fé Bahá'í (Património Mundial da UNESCO), está rodeado pelos seus belos jardins suspensos:



Pensa-se que o livro chegue à Índia entre Segunda e Terça-feira.
Siga o trajecto no Mundo através do Google-Earth:



----------------------------------------------------

The journey of the book 'Around the World in 80 days', which objective is a tour the world having by limit the 80 days (like Phileas Fogg), was today its seventh stop in the beautiful country of Israel.

We all wanted that Israel to be a stop on this trip because there lived one of the greatest vernian of all time, Zvi Har'El (1949-2008), and this project is also a way to pay tribute to him!
Zvi is with us!!

Nadav, Zvi's son, wanted to participate in it and today, on 28th day of this trip, he received the book in the city of Haifa.
After the reception, he quickly took a picture next to an olive tree in the "German Colony" neighborhood (which got its name from the Germans who used to live there over a century ago). He went after with his sister and wife to lunch to an Arabic cafe:

(see 1st and 2nd photos)

Haifa is the third-largest city in the country, after Tel Aviv and Jerusalem, and is located from the Mount Caramel to the seaport.
In the slope of the hill, with a fantastic view to the downtown, is the Haifa's main tourist attraction, the Shrine of the Báb, where is buried the Báb, founder of Bábism and forerunner of Bahá'u'lláh in the Bahá'í Faith. This beautiful monument, belonging to the Bahá'í World Centre (UNESCO World Heritage Centre), is surrounded by beautiful terraced gardens:

(see 3rd photo)

Right now the book is on the way to India and we think that it will arrive between Monday and Tuesday.
Follow the book's journey through Google-Earth.

----------------------------------------------------

Le voyage du livre Le Tour du monde em 80 jours, qui a pour but de faire voyager un exemplaire du livre en 80 jours, a eu son septième arrêt en Israël.

Nous tous, nous désirions que Israël était un arrêt obligatoire dans ce voyage car on voudrait profiter de l’occasion pour rendre hommage à l’un de plus grands verniens (décédé récemment), Zvi Har'El (1949-2008)!
Zvi est toujours présent dans notre pensée !

Nadav, fils de Zvi, s’est intéressé à participer et, aujourd’hui, vingt-huitième jour du voyage, a reçu le livre à la ville portuaire de Haifa.
Après l’avoir reçu, il a pris une photo du livre avec un arbre d’olive dans le quartier allemand (ce non est dû aux anciens habitants du quartier) avant d’aller grignoter avec sa soeur et son épouse dans un café arabe :

(1ère et 2ème photo)

Haifa est la troisième la plus grande ville du pays, après Tel Aviv et Jérusalem, située entre le Mont Carmelo et la zone portuaire.

Sur la pente du mont, avec une vue fantastique de la partie basse de la ville, on voit le point touristique le plus connu: le Sanctuaire du Báb, où Báb est enterré, le précurseur de la fois Bahá'í. Ce beau monument, qui appartient au Centre Admnistratif de la Fois Bahá'í (Patrimoine Mondiale de L’UNESCO), est entouré par ses très beaux jardins suspendus :

(3ème photo)

On croit que le livre arrivera en India vers lundi ou mardi prochain.
Suivez l’itinéraire du voyage du livre à travers le monde sur Google-Earth.

------------------------------------------------------------

Obrigado ao Edmar pela tradução para o francês.

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Festival de Tunas Universitárias recorda J. Verne (actualizado)

O Festival de Tunas Universitárias é considerado um dos acontecimentos académicos mais importantes, e de maior tradição cultural, no seio das várias Universidades.

Este ano, a décima edição do Festival de Tunas de São Vicente (Univ. de Lisboa) recorda o escritor Júlio Verne cujas obras de ficção sempre englobaram a inovação científica e tecnológica.

O espectáculo é composto pela actuação da Tuna anfitriã e de cinco Tunas a concurso. No seguimento da edição anterior, o S. Vicente torna-se num Festival solidário, levando a música tunante ao Instituto Português de Oncologia e doando parte dos lucros a esta instituição.

O espectáculo terá lugar a 22 de Novembro, às 21h00, na Aula Magna.

Os bilhetes (5€) poderão ser adquiridos na Sala da VicenTuna (no edifício C3 da FCUL), na Associação de Estudantes da mesma faculdade e na Aula Magna, no dia do festival.


Deixo-vos um vídeo do ensaio da Tuna da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa publicado na RevistaN. Esta mesma revista fez uma entrevista sobre o tema, e não só, a Filipe Colaço e Sandro Maio, Magister e Presidente, respectivamente, da VicenTuna que poderá ser lida aqui.

O Blog JVernePt saúda os organizadores pela lembrança deste magnífico escritor.
Cá ficaremos à espera de um CD como também de umas fotos/vídeo do evento.

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

'Around the World... ' - #20

Chegou à Polónia!!!
Ontem, no dia 20 da viagem, o livro 'A volta ao mundo em 80 dias' fez a sua ultima paragem no continente europeu antes do seu regresso a Portugal.
O livro foi ao encontro de Lena Gucwa, filha de Krzysztof (participante de Inglaterra), na cidade de Tarnów na Polónia.



O primeiro local que Lena visitou na cidade polaca foi a praça do comércio onde tirou uma fotografia do livro junto da Câmara Municipal. Esta foi construída no século XVI apesar da localidade ter o título de Cidade desde 1330:



No século 19, na altura de JV, a pessoa mais conhecida nascida em Tarnów era o General Jozef Bem que passou a maior parte da sua vida na Polónia, Hungria e Turquia. Como a família Gucwa mora a alguns metros do seu Mausoléu, este foi o próximo local a ter direito a uma foto. Poderá também ver placas comemorativas do General:


Lena aproveitou também para tirar uma foto ao monumento de Adam Mickiewicz, o maior poeta polaco. Como curiosidade, este monumento sobreviveu à Segunda Grande Guerra porque alguém mentiu aos alemães fazendo-os acreditar que era de homenagem a Johann Sebastian Bach ou Johann Wolfang von Goethe:



A caminho da ultima paragem na cidade, Lena ainda fotografou o edifício de pedra mais antigo, agora uma escola ou academiola, como é conhecido:



O livro foi assinado e enviado no mesmo dia para a Ásia.
Este edifício, actualmente os correios, foi em tempos uma escola feminina:



Se quiser ver mais fotos da cidade clique aqui.

Pensa-se que o livro chegue a Israel entre Segunda e Terça-feira.
Siga o trajecto no Mundo através do Google-Earth:



Obrigado a Krzysztof e a Lena pelas informações e envio das fotos.

----------------------------------------------------

It arrived to Poland!!!
Yesterday, 20th day of this journey, the book 'Around the world in 80 days' did its last stop in European continent before its returning to Portugal.
The book met with Lena Gucwa, Krzysztof's daughter (England's participant), in the city of Tarnów in Poland.

(see 1st picture)

The first place which Lena went to take a photo of the JV book, was the Market Square. Here we can see the Town Hall - it is a building from the 16th century, but the city was granted its status in 1330:

(see 2nd picture)

In the 19th century - the JV time - the most known person born in Tarnow was general Jozef Bem, who spent most of his life in Poland (then partitioned), Hungary and Turkey. As Gucwa family live a couple of hundred metres from his mausoleum, it was their next choice for a place to take a photo. We also can see his alleged birthplace and commemorative plaques:

(see 3rd and 4th picture)

Lena also take a photo at the monument of Adam Mickiewicz, the greatest Polish poet. Curiously, this monument survived the WW2 because someone tricked the German invaders into believing it was a monument to Johann Sebastian Bach or Johann Wolfgang von Goethe:

(see 5th picture)

On the way for the last stop in the city, Lena also photographed the oldest stone building, a former school or academiola, as it was called:

(see 6th picture)

The book was signed and sent on the same day for Asia. This building is housing the post office but years ago was a school for girls:

(see 7th picture)

If you want to see some places in the city or send an e-card you can do it here.

The book is on the way to Asia and we think that it will arrive to Israel between Monday and Tuesday.
Follow the book's journey through Google-Earth.

Thank you to Krzysztof and Lena for the informations and photos.

----------------------------------------------------

En Polonie déjà!!
Hier, le vingtième jour du voyage, le livre 'Le tour du monde en quatre-vingts jours' a eu son dernier arrêt sur le continent européen avant son retour au Portugal.
On a fait envoyer le livre à la rencontre de Lena Gucwa, fille de Krzysztof (participant de l’inglaterre), à Tarnów en Polonie.

(1ère photo)

Le premier coin polonais visité par Lena a été «la Place du commerce» d’où la photo du livre avec l’Hôtel de ville. Celui-ci a été bâti au XVI siècle malgré le titre de «ville» depuis 1330:

(2ème photo)

Au XIX siècle,à l’époque de Jules Verne, le plus connu à Tarnów était le Général Jozef qui a passé sa vie en Polonie, en Hongrie et en Turquie. Grâce à la proximité du mausolée et d’où habitent les Gucwas (ce sont quelques mètres), ce coin a eu droit à une photo. On peut y voir aussi des plaques de commémoration de la naissance du General:

(3ème & 4ème photo)

Lena a profité aussi pour prendre une photo auprès du monument d’Adam Mickiewicz, le poète polonais le plus connu. À titre de curiosité, ce monument a survécu la Seconde Guerre mondiale car, on ne sait qui, a menti aux allemands : ils on cru qu’il s’agissait d’un monument rendant hommage à Johann Sebastian Bach ou Johann Wolfang von Goethe:

(5ème photo)

Sur le chemin de son dernier arrêt, Lena a pris des photos du bâtiment en pierre le plus ancien de sa ville, d’une école (ou académie) comme c’est connu:

(6ème photo)

Le livre a été signé et envoyé le même jour en Asie. Ce bâtiment, actuellement la Poste de la ville était, auparavant, une école pour les femmes.

(7
ème photo)

Pour voir plus de photos, merci de cliquer sur le lien.

On croit que le livre arrivera en Israël vers lundi ou mardi prochain.
Suivez l’itinéraire du voyage du livre à travers le monde sur Google-Earth.

------------------------------------------------------------

Obrigado ao Edmar pela tradução para o francês.

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

'Around the World... ' - #15

O livro 'A Volta ao Mundo em 80 dias' passou o dia de hoje na bela cidade holandesa de Zeist com a companhia do verniano Garmt de Vries.
Como dito anteriormente, ontem à noite o Sr. Vries encontrou-se pessoalmente com Dave Bonte, o verniano belga, na cidade de Gent na Bélgica a fim de este lhe passar o livro em mão e assim poupar tempo na viagem.

Depois de o ter em sua posse, o nosso participante holandês deslocou-se com a sua bicicleta rumo à estação de comboio (Br: trem) mas, a meio do caminho, surgiu-lhe um... imprevisto.
O nosso amigo verniano teve um furo levando a que fizesse o resto do caminho a pé empurrando a sua "querida" bicicleta até à estação. Mas as horas aproximavam-se e foi com extrema rapidez que conseguiu chegar a tempo do comboio das 18:05h para Antwerp.
Porém, os imprevistos não tinham ficado por aqui...

A chegada estava prevista para as 18:55h mas o comboio, por motivos desconhecidos, atrasou-se em 5 minutos. Este atraso, a confirmar-se, faria com que Garmt perdesse a ligação para Rotterdam marcada para as 18:59h mas, curiosamente, após ter colocado o pé no cais, Garmt verificou que também esse comboio estava atrasado encontrando-se ainda na estação.
Apesar do azar inicial, tudo acabou por correr bem e o nosso amigo verniano chegou ao seu destino no tempo previsto.
Uma autêntica viagem Foggiana!
E como disse Fogg antes de iniciar a sua viagem:
"O imprevisto não existe".


Hoje, Garmt de Vries, pegou no livro e visitou a sua bela cidade.
Um dos mais conhecidos locais arquitectónicos da cidade de Zeist é o seu castelo. Este foi construído para Willem Adriaan, Conde van Naussau-Odijk, o primeiro Lord de Zeist, no final do século XVII, por Jacob Roman e Daniel Marot. O seu exterior é um bom exemplo do estilo clássico holandês:




O seu interior, esplendoroso, foi inspirado no Palácio de Versailles. Marot, que era francês Huguenote, introduziu o estilo barroco na Holanda:


Os descendentes de Willem Adriaan não conseguiram assegurar a sua manutenção e foram obrigados a vendê-lo. Em 1745, o castelo foi comprado por Cornelis Schellinger, um membro da comunidade religiosa da Irmandade Evangelicalista.

Nos jardins, as casas foram construídas para os membros da comunidade: nas da esquerda ficavam as Irmãs solteiras e viuvas, nas da direita os Irmãos solteiros. As praças são conhecidas hoje como Zusterplein (a praça das Irmãs) e Broedersplein (a praças dos Irmãos):




Visto que os Irmãos tinham que se sustentarem, estabeleceram múltiplos negócios inclusive uma padaria, uma fábrica de botões, uma prataria e uma tonoaria. Os seus produtos eram vendidos na Casa dos Irmãos. De facto, este estabelecimento foi a primeira loja na Holanda.
Têm-se feito bastantes esforços para inserir este castelo como os edifícios Hernhutters, na lista de Património Mundial da UNESCO.

Próximo do castelo e das duas praças fica a Câmara-Municipal de Zeist.
Hoje este edifício faz exactamente 100 anos: foi inaugurado em 13 de Novembro de 1908. É um bom exemplo do estilo neo-renascentista, arquitectura que foi bastante usada nesse periodo.



O livro encontra-se a caminho da próxima paragem, a Polónia, e pensa-se que lá chegue entre Segunda e Terça-feira.

Inspirado por Krzysztof (participante de Manchester - Inglaterra) que colocou as várias versões do livro, portuguesa, inglesa, francesa e polaca na mesma foto, Garmt enviou o livro juntamente com a versão holandesa de forma a oferecê-la ao próximo participante.

O nosso agradecimento a Dhr Garmt de Vries pelo envio das fotos como também por toda a informação que nos disponibilizou.

Esperemos que o livro chegue à Polónia o mais rapidamente possível.
Siga o trajecto no Mundo através do Google-Earth:



------------------------------------------------------------

The book 'Around the World in 80 days' visited the beautiful Dutch city of Zeist with the company of Dhr Garmt de Vries.
As I said, last night Mr. Vries met with Dave Bonte, the Belgian vernian, in the city of Gent in Belgium in order to hand it over and save some time.

When he got it, he picked up his bike and went on the way to his destination.
But never thought he would be the character of the next vernian adventure...
Let him tell us:

"Yesterday, 12 November, I met Dave Bonte, who gave me the book after he had taken it to Gent for some nice pictures. The handover took place in the street near my office. It was dark and we were both in a bit of a hurry, and there was nothing interesting to see, so we had no good occasion to make some nice pictures together.

My trip home was quite Fogg-like. I got a puncture in the tire of my bike, so I had to walk half of the way to the train station. I still managed to catch the 18.05 train from Ghent, which was due to arrive in Antwerp at 18.55, but it was delayed by five minutes. The connecting train to Rotterdam should have left at 18.59, but fortunately it also had a delay of five mintues, and I arrived home exactly according to plan, thanks to the guiding spirit of Phileas
Fogg.

(see 1st picture)

Today I took the book on a photoshoot in Zeist.

One of the main architectural landmarks of the town of Zeist is its castle. The castle was built for Willem Adriaan, Count van Naussau-Odijk, the first Lord of Zeist, at the end of the 17th century, by Jacob Roman and Daniel Marot. The exterior of the castle is a good example of the classical Dutch style:

(see 2nd and 3rd picture)

Inside, it was a place of splendour, inspired by the palace of Versailles. Marot, who was a French Huguenot, introduced the baroque style to the Netherlands:

(see 4th picture)

The descendants of Willem Adriaan could not afford the maintenance of the castle, and had to sell it. In 1745, the castle was bought by Cornelis Schellinger, a member of the religious community of the Evangelical Brotherhood, also known as the Moravians or Hernhutters.
In the gardens, houses were built for the members of the community: on the left there were houses for unmarried sisters and widows, on the right unmarried brothers were housed. The squares are known today as the Zusterplein (Sisters' Square) and Broedersplein
(Brothers' Square).

(see 5th and 6th photo)

Because the brothers and sisters had to provide for themselves, they established multiple businesses including a bakery, a button factory, a silversmith, and a tinsmith. Their products were sold in the Brother's House. In fact, this establishment was the first department store in the Netherlands. Efforts are being made to enter the castle along with the Hernhutters buildings on the UNESCO World Heritage List.

Close to the castle and the two squares is the town hall of Zeist. As it happens, today, 13 November, this building is exactly 100 years old: it was inaugurated on 13 November 1908. It is a good example of the neo-renaissance style of architecture that was frequently used in that period. Best, Garmt."

(see 7th photo)

The book is on the way to the next stop, Poland, and we think that it will arrive between Monday and Tuesday.
Inspired by Krzysztof (participant from Manchester - England) who took a picture with several versions of the book, Portuguese, English, French and Polish, Garmt sent with the book another one. A Dutch version in order to offer it to the next participant.

Our thanks to heer Garmt de Vries for the photos and also for the all information.

We hope that the book arrives to Poland as soon as possible.
Follow the book's journey through Google-Earth.

------------------------------------------------------------

Le livre Le Tour du monde em 80 jours a séjourné aujourd’hui dans la belle ville hollandaise de Zeist en compagnie du vernien Garmt de Vries.

Comme on avait dit, hier soir, M. de Vries s’est rencontré personnellement avec Dave Bonte, le vernien Belge, dans la ville de Gent en Belgique afin de lui passer le livre en mains et gagner du temps dans le voyage.

Après avoir pris le livre, notre participant néerlandais est allé vers la station de train en vélo mais, à mi-chemin, un imprévu: un trou sur le pneu ! Notre ami vernien a dû faire la promenade à pied jusqu’à la station... mais il est arrivé à l’heure pour le train de 18:05h direction Anvers.
Mais, les imprévus n’arrêtent pas par lá!

L’arrivée était prévue pour 18:55h, mais le train, par des motifs inconnus, s’est retardé en 5 minutes, ce qui a méné notre ami à un autre imprévu: Garmt allait raté la connexion pour Rotterdam fixé pour 18 :59h. Curieusement, après avoir mis le pied sur la station, Garmt a vu que ce train était en retard lui aussi ! Il était encore garé.

Malgré la malchance au début, tout est fini bien pour notre ami vernien: il est arrivé dans le temps prévu.
Un authentique voyage Foggien !!
Comme Fogg a dit avant de commencer son voyage : l’imprévu n’existe pas !

(1ère photo)

Aujourd’hui, Garmt de Vries a pris le livre pour visité sa belle ville.

L’un des lieux architectoniques les plus connus de la ville de Zeist est son Chateau. Construit pour Willem Adriaan, le Comte Van Naussau-Odijk, le premier Lord de Zeist à la fin du XVII siècle par Jacb Roman et Daneil Marot. À l’intérieur on voit un très bon exemple du style classique néerlandais.

(2ème & 3ème photo)

À son intérieur on voit le splendeur inspiré du Château e versailles. Marot, qui état huguenot français, a présenté le style baroque aux Pays Bas:

(4ème photo)

Les descendants de Willem Adriaan n’ont pas réussi à maintenir le château et ont été forcés de le vendre. En 1745, le château a été acheté par Cornelis Schelling, un membre de la communauté religieuse de la Fraternité évangélique.

Dans les jardins, les maisons ont été construites pour les membres de la communauté: sur la gauche demeuraient les sœurs célibataires et les veuves, sur les maisons de droite des Frères célibataires. Les places sont connues aujourd'hui comme Zusterplein (Place des Soeurs) et Broedersplein (Place des frères):

(5ème & 6ème photo)

Étant donné que les frères devaient se faire nourrir eux-mêmes, ils ont créé plusieurs entreprises, y compris une boulangerie, une usine de boutons, ils ont travaillé avec le metal argent aussi. Leurs produits étaient vendus à la «Maison des frères». En effet, cet établissement a été le premier magasin aux Pays-Bas.

Les efforts sont grands pour faire entrer le nom de ce château et celui des bâtiments Hernhutters dans la liste de l’UNESCO du patrimoine mondial.

Proche du château et des deux places se situe l’Hôtel de ville de Zeist.
Aujourd'hui, ce bâtiment a exactement 100 ans: il a été inauguré le 13 Novembre 1908. Il est un bon exemple de style néo-Renaissance, l'architecture qui a été trop utilisé dans cette période

(7ème photo)

Le livre est sur le chemin de la Polonie. Il y arriverai lundi ou mardi prochain.

Inspiré par Krzysztof (participant de Manchester - Angleterre), qui a mis plusieurs versions de l'ouvrage: en portugais, en anglais, en français et en polonais dans la même photo, Garmt a envoyé le livre avec la version néerlandaise en vue de l'offrir à l'autre participant.

Nos remerciements à Heer Garmt de Vries de l’envoi des photos tout comme les informations que vous nous avez disposées.

On attend impatiemment que le livre arrive en Polonie.
Suivez l’itinéraire du voyage du livre à travers le monde sur Google-Earth.

------------------------------------------------------------

Obrigado ao Edmar pela tradução para o francês.

Teatro 'O Mistério da Cidade de Hic Hec Hoc'

Estreia neste próximo sábado, dia 15 de Novembro, pelas 21h30, no teatro 'O Teatrão' a sua 40ª produção! Trata-se de O Mistério da Cidade de Hic-Hec-Hoc, um texto inédito escrito para O Teatrão por António Torrado, a partir da novela "Doutor Ox", de Júlio Verne.

Hic-Hec-Hoc é uma cidade onde tudo se faz e acontece muito devagar. Os seus habitantes são confrontados pelo presidente com a necessidade de iluminação pública, como sinónimo de progresso. Chega à cidade o peculiar Dr. Ox, contratado para a sua instalação. De um momento para o outro Hic-Hec-Hoc transforma-se numa cidade frenética, acelerada. Uma velha questão territorial com uma cidade vizinha vai transformar-se numa guerra fratricida e espera-se o pior...

António Torrado, nome incontornável da literatura e dramaturgia infantis, escreveu um texto que propõe uma discussão sobre as opções que nós, adultos, fazemos em nome do progresso. E podemos discutir a rir, a chorar e, principalmente, a brincar. Porque estamos no Teatro.

Estará em cena na Oficina Municipal do Teatro entre 15 de Novembro e 3 de Janeiro, de segunda a sexta-feira (sessões para público escolar) e aos sábado às 17h, para público geral.

Irão acolher-vos, pois, com muito amor e humor, em Hic-Hec-Hoc!

Mais informações no blog 'O Teatrão'.

'Around the World... ' - #14

O encontro entre os vernianos Dave Bonte e Garmt de Vries concretizou-se, como prometido, ontem à noite (dia 14 da viagem) na cidade belga de Gent mas infelizmente não foi possível tirar uma foto visto já estar bastante escuro na altura.

Gent, capital da Flandres Este, está situada na confluência dos rios Scheldt e Lys e foi uma importante cidade na idade média. Hoje em dia é uma movimentada cidade com um importante porto de pesca e Universidade (a maior na Bélgica em número de alunos).

Antes do encontro, o Sr. Bonte tirou algumas fotos que nos disponibilizou:


Na 1ª foto podemos ver a Abadia de São Pedro, construída no século VII, que está neste momento na posse da Confederação Beneditina.
A 2ª foto é uma típica “fotografia turística” onde vemos a cidade com as suas três famosas torres: a igreja de São Nicolau, o "Belfry" (torre de vigia) e a Catedral Santo Bavo.



Na 3ª foto vemos “Graslei”, a zona histórica localizada na parte velha da cidade.

Como dito atrás, o livro 'A Volta ao Mundo em 80 dias' encontra-se agora nos Países Baixos na companhia do verniano Garmt de Vries. Brevemente o Sr. Vries enviar-nos-á fotos do livro na bela cidade de Zeist.

Siga o trajecto no Mundo através do Google-Maps:



------------------------------------------------------------

The meeting between the vernians Dave Bonte and Garmt de Vries took place, as promised, last night (journey's 14th day) in the city of Gent in Belgium but unfortunately they couldn't take a picture because it was already dark.

Ghent, capital of East Flanders, is situated at the confluent of the rivers Scheldt and Lys and was a very important city in the Middle Ages. Nowadays it is a busy city with a port and an important university (in number of students the biggest one in Belgium).

Before the meeting, Mr. Bonte took some pictures:

(see 1st and 2nd picture)

In the 1st picture we can see the Saint Peter Abbey, builded in the 7th century by Amandus of Ghent and owned by the Benedictine Confederation.
In the 2nd a tipical "turist picture". Ghent and his three famous towers: the St. Nicholas Church, the Belfry and the Saint Bavo Cathedral (noted for the altarpiece 'The Adoration of the Mystic Lamb' by Jan Van Eyck)

(see 3rd picture)

For last, the "Graslei", a scenic place in Ghent's old city center with the river Lys.

Like I said, the book 'Around the world in 80 days' is right now in Netherlands with Mr. Vries and soon, the vernian will send book's pictures in the beautiful city of Zeist.

Follow the book's journey through Google-Maps.

------------------------------------------------------------

La rencontre entre les verniens Dave Bonte et Gramt de Vries s’est passée, hier soir, dans la ville Belge de Ghent. Malheureusement la photo n’a pas été prise car la nuit se faisait présente.

Ghent, capitale de Flandres, est située entre les fleuves Scheldt et Lys. La ville a été très importante au Moyen Âge. De nos jours, la ville bouge beaucoup avec son port e son université (la plus grande en Belgique en nombre d’étudiants)

Avant la rencontre, M. Bonte a pris quelques photos. Les voici:

(1er & 2eme photo)

Sur la première on voit l’ Abbaye de Saint Pierre, construite au VII siècle aujourd’hui sous le pouvoir de la « Confederação Benedicta ».
La deuxième nous montre une photo typiquement touristique de la ville avec ses trois fameuses tours : l’Église de Saint Nicolas, la tour de Belfry et la Cathédrale de Saint Bavo.
Sur la troisième on voit Graslei, la région historique localisée dans la partie ancienne de Ghent.

(3eme photo)

Aujourd’hui le Livre est aux Pays Bas avec Gramt de Vries. Très bientôt il nous enverra des photos du Livre dans la belle ville de Zeist.

Suivez l’itinéraire du voyage du livre à travers le monde sur Google-Maps.

------------------------------------------------------------

Obrigado ao Edmar pela tradução para o francês.

terça-feira, 11 de novembro de 2008

'Around the World... ' - #13

A viagem à volta do Mundo do livro 'A Volta ao Mundo em 80 dias' está a ser um sucesso!
Os deuses (e o próprio J. Verne também) estão ao nosso lado e a viagem tem sido efectuada com uma rapidez incrível. A este sucesso juntam-se também os nossos amigos vernianos que têm tido a amabilidade de enviar o livro em correio expresso. Deixo uma palavra de agradecimento para todos eles.

Em apenas dois dias o livro viajou da cidade de Le Havre na França até à cidade de Moerbeke-Waas na Bélgica onde chegou ontem (dia 13 da viagem).

O livro passou o dia de hoje na "doce" e pequena cidade de Moerbeke-Waas na companhia do verniano Dave Bonte que disponibilizou estas belas fotos:



Nesta 1ª foto podemos ver o magnífico edifício da Câmara Municipal da cidade.
Na seguinte vemos a refinaria de açucar que desde 1868 faz crescer a cidade. Esta refinaria, a 2ª maior do país, tornou a cidade de Moerbeke-Waas bastante conhecia na Bélgica levando-a a ser chamada de "a doce cidade". Infelizmente depois de 140 anos de funcionamento, a direcção decidiu encerrá-la.



Devido à localização da cidade ser próxima da fronteira com a Holanda (a próxima paragem), Dave Bonte irá amanhã encontrar-se na cidade histórica de Gent com o participante holandês e passar-lhe o livro em mão de forma a poupar tempo na viagem.
Por isso, voltaremos em breve com mais fotos do livro e do encontro entre estes dois vernianos!

Siga o trajecto no Mundo através do Google-Maps:



------------------------------------------------------------

The book's journey around the world is being a sucess!
The gods (and J. Verne himself too) are on our side and the journey has been made with an incredible speed. And we have to add to this sucess our vernians friends who have been extraordinary in sending the book with express mail. Thank you to all.

In just two days the book traveled from the city of Le Havre in France to the city of Moerbeke-Waas in Belgium where arrived yesterday (13th day).

Today the book 'Around the world in 80 days' went to the center of the "sweet" and small town of Moerbeke-Waas with the company of the vernian Dave Bonte. He sent us the following beautiful pictures:

(see 1st photo)

In this 1st picture we can see the magnificent building of City Hall.
In the following we see the sugar refinery which is since 1868 its 'skyline'. This refinery, the 2nd largest in the country, was responsible for the Moerbeke-Waas be known as "the sweetest village." Unfortunately after 140 years of operation, the owners have decided to close it.

(see 2nd photo)

The city's location is near the border with the Netherlands (the next stop), so tomorrow Dave Bonte will meet with the Dutch participant in the historical city of Gent and hand it over to him in order to save time in travel.
Soon we will be back with more photos of the book and of the meeting between these two vernians!

Follow the book's journey through Google-Maps.

------------------------------------------------------------

Le voyage du livre Le Tour du monde em 80 jours fait un énorme succès !!

Les dieux (et Jules Verne lui même) sont à nos côtés et le voyage se fait avec une «vitesse» incroyable ! On ajoute à ce succès l’amabilité de nos amis verniens qui font envoyer le colis vite vite ! On vous remercie! Le livre n’a voyagé que dans deux jours du Havre à la ville de Moerbeke-Waas, en Belgique (le livre y est arrivé hier).

Aujourd’hui le livre séjourne dans la «douce» et petite ville de Moerbeke-Waas avec M. Dave Bonte qui nous a envoyé ces belles photos :

(1ere & 2eme photo)

Sur la première photo on voit le magnifique bâtiment de l’Hôtel de ville. Sur la suivante on voit la raffinerie de sucre qui, depuis 1868, fait développer la ville. Cette raffinerie, la deuxième la plus grande du pays, a transformé la ville de Moerbeke-Waas. Des nos jours elle est connue en Belgique comme «La douce ville». Malheureusement, après 140 ans de fonctionnement, la direction de l’usine a décidé de fermer ses portes.

Grâce à la proximité des Pays Bas, l’arrêt suivant, Dave Bonte ira se rencontrer demain avec le participant flamand, et va lui donner le livre en mains... de façon à gagner du temps dans ce voyage !
Ainsi, on reviendra très bientôt avec plus de photos du livre et de la rencontre entre ces deux verniens !

Suivez l’itinéraire du voyage du livre à travers le monde sur Google-Maps.

É J. Verne o pai do Steampunk?

Para quem desconhece Steampunk é um subgénero da ficção científica, ou ficção especulativa, que ganhou fama no final dos anos 1980 e início dos anos 1990. Trata-se de um universo semelhante a uma época anterior da história humana, no qual os paradigmas tecnológicos modernos ocorreram mais cedo do que na História real, mas foram obtidos por meio da ciência já disponível naquela época.


O género foi baseado num universo de ficção cientifica criado por autores consagrados como Júlio Verne, H.G. Wells, Mark Twain e Mary Shelley, entre outros, no fim do século XIX, onde mostra uma realidade espaço-temporal na qual a tecnologia mecânica a vapor teria evoluído até níveis impossíveis (ou pelo menos improváveis), com automóveis, aviões e até mesmo computadores movidos a vapor naquela época.

Muitos dizem que Verne foi o verdadeiro pai do estilo Steampunk pois não só as suas obras foram escritas na época vitoriana (a ficção steampunkiana foca-se mais sobre a tecnologia real, teórica ou cinemática da era vitoriana (1837-1901)) como a sua ficção se baseava na ciência e tecnologia do seu tempo. Será? A verdade é que muitas «máquinas maravilhosas» vernianas como o Nautilus de "20.000 Léguas Submarinas", o Albatros de “Robur, o conquistador", o interior de cápsula de "Da Terra à Lua", as lâmpadas portáteis em "Viagem ao centro da Terra", o magnífico balão Victória de "Cinco semanas num balão", e até o Épouvant de "Senhor do mundo", foram “criadas” usando a tecnologia disponível na altura e isso é associado ao Steampunk.

Mais tarde algumas destas obras foram adaptadas ao grande ecrã como Viagem ao Centro da Terra (1959), Master of the World (1961), Cinco Semanas num Balão (1962),... e este estilo foi mais popularizado, ainda que por vezes se tenham exagerado alguns elementos de forma a torná-los mais evidentes como no caso de A Volta ao Mundo em 80 Dias (2004) e no de 20,000 Léguas Submarinas (1954) como por exemplo no aspecto exterior do Nautilus.

Também outros filmes/séries contendo elementos vernianos mostraram o estilo Steampunk. Foi o caso de Back to the Future III com o comboio (Br: trem) a vapor Jules Verne, da Liga dos Cavalheiros Extraordinários com o seu (mais uma vez exagerado) Nautilus e da recente série baseada na vida do escritor francês The Secret Adventures of Jules Verne.

 Back to the Future III

Outros filmes se têm feito que incorporaram este estilo na sua estética sendo os mais recentes “A Bússola Dourada” e “Stardust” o que nos leva a concluir que o Steampunk, veio para ficar!

Ficam algumas fotos do que seria o material informático na realidade do Steampunk:




Visite o seguinte site para mais informações:
Steampunk.com.br (site brasileiro sobre o tema onde foram retiradas duas fotos para este artigo)

sábado, 8 de novembro de 2008

'Around the World... ' - #10

O livro 'A Volta ao Mundo em 80 dias' fez na passada quinta-feira a sua segunda paragem na cidade francesa de Le Havre tendo partido na sexta-feira de manhã (dia 10) rumo à cidade de Moerbeke na Bélgica.

Monsieur Valetoux, o habitante verniano em Le Havre, depois de o ter recebido, rapidamente se deslocou ao centro da cidade a fim de tirar uma foto com o livro.

A cidade Le Havre foi em grande parte destruída durante a Batalha da Normandia na Segunda Guerra Mundial, tendo o centro sido reconstruído segundo os projectos do arquitecto francês Augusto Perret. Apenas a Câmara Municipal e a igreja de San José se devem à ideia pessoal do arquitecto.
Como reconhecimento ao trabalho de reconstrução, a UNESCO inscreveu o centro urbano de Le Havre, no património mundial da humanidade, que segundo a organização é "um exemplo excepcional da arquitectura e do urbanismo posterior à guerra".

Segue-se uma foto do livro com a Câmara Municipal como pano de fundo:



E outra foto onde podemos ver o Monsieur Valetoux e a estátua do rei Francisco I, o fundador da cidade em 1517:


O nosso agradecimento a M. Valetoux pelo cuidado e envio das fotos.

Esperemos que o livro chegue à Bélgica o mais rapidamente possível.
Siga o trajecto no Mundo através do Google-Earth:



------------------------------------------------------------

The book 'Around the world in 80 days' arrived Thursday to Le Havre (France), its second stop, and its departure for the city of Moerbeke in Belgium was yesterday, friday (10th day).

Monsieur Valetoux, the vernian living in Le Havre, after he has received the book, quickly went to the city center to take a picture with it.

The city, Le Havre, was devastated during the Battle of Normandy in World War II, and the center was rebuilt according to the projects of french architect Auguste Perret.
Only the Town Hall and the church of St. Joseph were from the personal idea of the architect.
In recognition to the work of reconstruction UNESCO declared the city center of Le Havre a World Heritage Site which is according to the organization "an exceptional example of architecture and town planning of the post-war era".

A photo of the book with the Town Hall in the background. (see first photo)

And another picture where we can see Monsieur Valetoux and the statue of King Francis I, the founder of the city in 1517. (see 2nd photo)

We hope that the book arrives to Belgium as soon as possible.
Follow the book's journey through Google-Earth.

------------------------------------------------------------

Jeudi dernier, le livre 'Le tour du monde en 80 jours', a fait son dernier arrêt au Havre, en France. Il est parti le vendredi matin (le 10) vers la ville de Moerbeke en Belgique.

Monsieur Valetoux, le participant qui habite au Havre, après avoir reçu le livre, a visité le centre ville.

Le Havre a été, en sa majorité, détruit pendant la Seconde Guerre Mondiale et ayant été réconstruit (le Centre) d’après les projets de l’architecte français A. Perret. Seuls l’Hôtel de Ville et l’Église de San José sont dûs à l’idée personnelle de A. Perret.

Pour reconnaîttre son travail de reconstruction, L’UNESCO a inscrit le centre urbain du Havre dans la liste des Patrimoines Mondiaux de l’humanité qui, selon l’organisationn, «est un exemple exceptionnel d’architecture et de l’urbanisme de l’après guerre».

Voici une photo de l’Hôtel de ville et une autre avec M. Valetoux et la statue du Roi François I, fondateur de la ville en 1517.

On attend l’arrivée du livre en Belgique (on espère que ça sera le plus vite possible).
Suivez l’itinéraire du voyage du livre à travers le monde sur Google-Earth.

------------------------------------------------------------

Obrigado ao Edmar pela tradução para o francês.

"O que um homem pode imaginar, outros podem tornar real!"

Durante as eleições presidenciais nos E.U.A, o canal de notícias CNN surpreendeu o mundo quando o repórter Wolf Blitzer em Nova Iorque entrevistou ao vivo, via holograma, uma repórter em Chicago que estava reunida com militantes do presidente recém eleito, o democrata Barack Obama.



Essa nova tecnologia, até então ficção, não é novidade para os leitores de Verne mais especificamente da obra 'O Castelo dos Cárpatos'.
Aí, uns habitantes de uma aldeia perto dum castelo na distante Transilvânia ouvem e vêem o fantasma de uma falecida cantora de ópera. Verne dá uma solução baseada na ciência e não no sobrenatural. A fantasmagórica cantora é apenas um holograma...

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

DVD 'Viagem ao Centro da Terra' dia 28

Informo que o filme 'Viagem ao Centro da Terra' irá ser lançado para venda em Portugal dia 28 do corrente mês!



O filme será vendido numa versão normal, de um disco DVD apenas, e numa versão especial com dois discos DVD.
As duas versões terão como extras:



Como podem ver, a versão especial terá no 2º disco o filme em 3D (com 2 pares de óculos de oferta) e os comentários do actor Brendan Fraser e do realizador Eric Brevig.

Para os mais impacientes, poderão encontrar o filme para aluguer a partir do dia 19 de Novembro.

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Michael Crichton (1942-2008)

Morreu ontem, vítima de cancro (br: câncer) o chamado "O Jules Verne do Séc. XX".
Michael Crichton tinha 66 anos.

Crichton para além de produtor de filmes, era um escritor de ficção-científica e escreveu obras como Parque Jurássico e A Esfera. O seu género literário era semelhante ao de Verne pois aplicava a acção com a tecnologia existente.

O escritor era um profundo admirador das obras de Verne e apesar de A Ilha Misteriosa ser a preferida, foi com 20000 Léguas Submarinas que se baseou para escrever A Esfera. Aliás, esta obra (e depois filme) tem bastantes referências da aventura verniana.

Michael Crichton, amigo de William Butcher (escritor do livro J. Verne - The definite Biography), escreveu uma introdução de 13 páginas na nova tradução de W. Butcher para inglês de Viagem ao centro da Terra. Nesta introdução, Crichton mostrou bastante conhecimento sobre o escritor francês tendo examinado o seu estilo de escrita como um verdadeiro fã de Verne.

terça-feira, 4 de novembro de 2008

“Júlio Verne”, um autor Genial ou um Profeta

No próximo dia 16 de Novembro às 10h00, irá ser inaugurada uma exposição sobre o tema '“Júlio Verne”, um autor Genial ou um Profeta' no espaço jovem da Biblioteca Municipal do Seixal (Portugal).

A exposição estará patente até dia 30 às 20.30 do corrente mês.

Mais informações no sítio da Biblioteca.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...