terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Rayuela volta aos textos de J. Verne

Rayuela Producciones Teatrales, companhia que havia trazido a peça 'Viaje al centro de la tierra' no ano passado à cidade da Guarda (Portugal), vai estrear '20.000 leguas de viaje submarino', o clássico de Júlio Verne, numa versão a pensar no público mais novo.

Desta vez, trata-se de uma co-produção com o Teatro Calderón de Valladolid. Ainda não se sabe se passará por terras lusitanas. Esperemos que sim.

A peça estará em cena de dia 22 até 30 de Dezembro e conta com interpretação de Raúl Escudero, Diego López, Xiqui Rodríguez, Pablo Rodriguez e Carlos Nuevo.

Fonte: Blog FITEI

sábado, 18 de dezembro de 2010

"O dia de um jornalista..." na Biblioteca JV

Depois da publicação de Viagem ao centro da Terra, o portal Biblioteca Júlio Verne irá disponibilizar a partir do dia 20, e um por dia, os 5 capítulos de "O dia de um jornalista americano no ano de 2889".

A obra do escritor francês, que será disponibilizada pela primeira vez em formato digital graças à Biblioteca Júlio Verne, relata a vida do director do jornal "Earth Herald", Francis Bennett, em Julho de 2889. Entre chamadas visofónicas, passeios de aerocarro e reportagens por telefoto, ele decide a política da mais tradicional colónia norte-americana - a Inglaterra -, o que fazer com a Lua e quais os inventos que deseja financiar. Um dia cheio na vida de um jornalista do século XXIX.

O conto escrito por J. Verne foi inspirado num conto escrito em 1888 pelo seu filho, Michel Verne. Este foi publicado pela primeira vez em inglês no jornal The Forum da cidade de New York com o título In the year 2889, em Fevereiro de 1889.
A versão de Jules foi publicada no ano seguinte pelo nome "O dia de um jornalista americano no ano de 2890". Além do aumento do título, houve também alteração do ano para que a história se passasse exactamente 1000 anos depois do ano em que esta foi escrita. No entanto, é também possível encontra-la com o título "O dia de um jornalista americano no ano de 2890".

A tradução será de Eduardo Weiland, responsável do site Biblioteca Júlio Verne.

É já depois de amanhã o 1º capítulo!!! E depois da leitura não se esqueça de deixar a sua opinião acerca da obra.

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Edição brasileira exposta no Museu Jules Verne

Um exemplar do livro Uma cidade flutuante, do escritor J. Verne, recentemente publicado no Brasil pela editora paranaense Arte e Letra e referido aqui no blog, vai compor o acervo do Museu Jules Verne, em Nantes, cidade natal do escritor.

Assim que tomou conhecimento da primeira tradução desta obra para o português, a Société Jules Verne de France e a Commission Jules Verne des Amis de La Bibliothèque de Nantes requisitaram um exemplar à editora. O livro rodará o mundo em exposições sobre o escritor. Vale lembrar que esta obra faz parte da coleção Em Conserva, com outros quatro títulos raros de autores internacionais. Cada livro da coleção vem dentro de uma caixa de metal estilizada.

Fonte: Blog Coleção em conserva

"Dançando no Ritmo" de 'A Volta ao Mundo em 80 dias'

A escola de dança "Dançando no Ritmo" de Rio Branco (Estado de Acre) passou os últimos meses se preparando para a apresentação de gala ocorrida na noite de ontem, no palco do Teatro Plácido de Castro. O grandioso espetáculo, que coincidiu com o seu 13º aniversário, teve como tema "Uma volta ao Mundo", baseado em Uma volta ao Mundo em 80 dias.

A escola conta com de mais de 180 alunos para oferecer ao público acreano o que há de melhor em apresentação de dança, balé e sapateado na região amazônica. O espetáculo realizado tradicionalmente pela escola Dançando no Ritmo, é um dos mais esperados pelo público acreano apaixonado pelas apresentações do estilo.

Neste ano, os organizadores inovaram, e este ano, pretenderam levar o seu público a uma viagem de balão, mostrando o mundo através dos vários estilos de dança, com destaque para o balé e o sapateado.

Foto de Francisco Chagas

Mais informações e fotos em Oriobranco.net.

Informação enviada por Passepartout do blog JulesVerneNews.

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Llosa cita Cap. Nemo no discurso do Nobel

O escritor peruano Mario Vargas Llosa, 74 anos, que havia telefonado a Lobo Antunes no dia em que ganhou o prémio dizendo-lhe que era a ele a quem deveriam ter dado o Nobel, expressou o seu amor aos livros no seu discurso de aceitação do Prémio Nobel de Literatura, na 3ª feira, em Estocolmo (Suécia).

Falando por cerca de uma hora, ele contou que aprendeu a ler aos cinco anos, numa escola lassalista em Cochabamba, na Bolívia, e que essa foi “a coisa mais importante” que aconteceu na sua vida. Ele contou como, durante a infância, "viajou com o capitão Nemo as vinte mil léguas submarinas".

Também se disse agradecido por ter tido a oportunidade de dedicar grande sua parte de sua vida à escrita, que chamou de “paixão, vício e maravilha”.




Sem bons livros, seríamos piores do que somos, mais conformistas, menos inquietos e desobedientes, e o espírito crítico, motor do progresso, nem mesmo existiria — declarou.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Relógio de luxo inspirado em 'Cinco Semanas em Balão'

Para o SIHH 2011 (Salon International de la Haute Horlogerie), a Van Cleef & Arpels (que já nos tinha presenteado com bijuteria extraordinária) apresentará um novo modelo intitulado Cinco Semanas em Balão, que integra a aclamada coleção de Complicações Poéticas da marca.

Inspirado na obra de Júlio Verne, “Les Voyages Extraordinaires”, o mostrador deste modelo em esmalte “champlevé” e madrepérola embutida representa um clássico balão de ar quente a subir sobre os céus de Zanzibar.

As horas e os minutos são indicados através de um movimento retrógrado da âncora do balão e de um pássaro em voo.

Concebidos pela imaginação vibrante da Van Cleef & Arpels, os relógios da coleção “Poetic Complication” revelam uma abordagem original da alta relojoaria com uma ênfase feminina, marcante e extremamente bem realizada.

A fusão do rigor técnico no domínio das complicações mecânicas com o virtuosismo criativo da manufatura dá origem a uma dimensão extra e íntima associada a estes relógios preciosos. É o tempo que bate no ritmo da felicidade e da emoção!



Características técnicas:

- Caixa em ouro branco 18 K
- Mostrador em esmalte “Champlevé” e madrepérola
- Gravação no verso
- Pulseira em pele de crocodilo
- Fecho de fivela em ouro branco 18 K
- Movimento mecânico com indicações de horas e minutos retrógradas
- Edição numerada

Fonte:  Relogioserelogios.com.br

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

A volta ao mundo em 80 dias com veículos elétricos

Ao contrário da obra de J. Verne, o objectivo não é dar a volta ao mundo em 80 dias em animais nem barcos a vapor mas sim… em veículos eléctricos!

É o que está a fazer um grupo de engenheiros desde o dia 16 de Agosto de 2010. O vencedor não é a equipa que chegue em primeiro lugar, mas sim a equipa que consiga percorrer os 30 mil quilómetros gastando menos energia.

Para participar nesta aventura, os veículos não podem ter mais do que dois lugares e precisam de ter a capacidade de percorrer no mínimo 250 km a uma velocidade de 80 km/h. Estas viaturas têm de percorrer, no mínimo, 500 km por dia.

Se o escritor da história “A volta ao mundo em 80 dias” foi Júlio Verne, fique a saber que esta corrida foi idealizada pelo ambientalista e aventureiro Louis Palmer. Este Suíço, em 2008, deu a volta ao mundo num carro movido a energia solar, percorrendo 54 mil quilómetros em 18 meses.

Nós queremos mostrar que mobilidade eléctrica e energias renováveis são uma solução para se ter uma vida ecologicamente equilibrada neste planeta”, afirma Palmer.

Estão a participar nesta corrida equipas da Suíça, Coreia do Sul, Austrália e Alemanha. Já passaram por países como Áustria, Ucrânia, Alemanha ou China.

No total, estes engenheiros irão passar por mais de 150 cidades, entre elas Lisboa donde chegarão vindos de Cancun. Esta partida rumo ao continente europeu irá ocorrer dia 10 do corrente mês. Estejam atentos.

Pode acompanhar a rota desta corrida no site ou no blogue.

Fonte: E-move.tv

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

'Clovis Dardentor' será adaptado a filme

Três jovens ingleses estão atualmente a trabalhar em "Clovis Dardentor", adaptação homónima da obra de J. Verne.

Este projecto de 1 milhão de libras, cujo dinheiro foi doado pelo público através do buyacredit.com, está sendo reescrito por Lizzie Hopley e tem como ator principal Stephen Fry (Sherlock Holmes 2, V for Vendetta) no papel de Monsieur Eustache.

As filmagens começam no próximo ano estando o lançamento marcado para 2012.

Informação enviada por Brian Taves.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...