terça-feira, 7 de julho de 2009

"A volta ao mundo..." na "Cavaleiro Andante" de 1958

Este número especial do Cavaleiro Andante foi editado no Natal de 1958, e é relativo ao mês de Dezembro desse ano. Como em todos os números de Natal publicados anteriormente, o número de páginas era maior, num total de 100, sendo em tudo o resto idêntico aos restantes números especiais. A impressão era a preto e branco ou a uma cor, ocasionalmente a duas ou quatro cores.

Existem duas histórias mais longas: uma intitulada A mina de oiro, da autoria de Jijé (Bélgica, 1914-1980), com 20 páginas, e O homem da cicatriz, com 24 páginas, assinada J. Gillain, ou seja, Joseph Gillain, que também assinava Jijé. Ambas as histórias são assim do mesmo autor, embora assinadas com nomes diferentes.

Em dimensão, a história que se segue é Volta ao mundo em 80 dias, com 16 páginas, assinada G. de Fiore, que cremos ser Gaspare de Fiore, de que apenas encontrámos referência na Internet em relação ao seu trabalho como desenhador de uma revista e como arquitecto. Esta aventura é baseada na obra com o mesmo título de Jules Verne.

Histórias curtas apresentadas nesta edição são: O Planeta Ómega, num total de 4 páginas, sem indicação de autoridade, Uma Aventura de Sexton Blake, com 2 páginas, igualmente sem indicação da autor, O Natal de Monopa, com 4 páginas, não assinada, Dona Leonor, Rainha 1458-1958 sobre os 500 anos desta rainha de Portugal, com uma página, da autoria de José Ruy, Lolocas e Pompom, ou seja, Modeste et Pompon, igualmente com uma página, de Franquin (Bélgica, 1924-1997), e ainda uma página intitulada O Natal, assinada Eddy Paape, muito embora também apareça uma assinatura O. Joly, podendo tratar-se de Octave Joly (Bélgica, 1910-1988), possivelmente o autor do argumento.

Surgem ainda as rubricas habituais, dedicadas aos passatempos, ao desporto, a curiosidades, pequenos contos, sobretudo relacionados com a temática do Natal. Dezasseis das páginas centrais foram impressas em papel de maior gramagem e melhor qualidade, várias a quatro cores, o que será visível nas digitalizações efectuadas, muito embora se trate de páginas sem histórias aos quadradinhos, o que não deixa de ser algo estranho.

A digitalização foi realizada a 150 dpi, e as miniaturas a 72 dpi. Para aceder às imagens de maior dimensão, bastará clicar em cada uma das miniaturas.

Página 1. Clique para aumentar.
Página 2. Clique para aumentar.Página 3. Clique para aumentar.

Página 4. Clique para aumentar.Página 5. Clique para aumentar.

Página 6. Clique para aumentar.Página 7. Clique para aumentar.

Página 8. Clique para aumentar.Página 9. Clique para aumentar.

Página 10. Clique para aumentar.Página 11. Clique para aumentar.

Página 12. Clique para aumentar.Página 13. Clique para aumentar.

Página 14. Clique para aumentar.Página 15. Clique para aumentar.

Página 16. Clique para aumentar.Página 17. Clique para aumentar.

Página 18. Clique para aumentar.Página 19. Clique para aumentar.

Página 20. Clique para aumentar.Página 21. Clique para aumentar.

Página 22. Clique para aumentar.Página 23. Clique para aumentar.

Página 24. Clique para aumentar.Página 25. Clique para aumentar.

Página 26. Clique para aumentar.Página 27. Clique para aumentar.

Página 28. Clique para aumentar.Página 29. Clique para aumentar.

Página 30. Clique para aumentar.Página 31. Clique para aumentar.

Página 32. Clique para aumentar.Página 33. Clique para aumentar.

Página 34. Clique para aumentar.Página 35. Clique para aumentar.

Página 36. Clique para aumentar.Página 37. Clique para aumentar.

Página 38. Clique para aumentar.Página 39. Clique para aumentar.

Página 40. Clique para aumentar.Página 41. Clique para aumentar.

Página 42. Clique para aumentar.Página 43. Clique para aumentar.

Página 44. Clique para aumentar.Página 45. Clique para aumentar.

Página 46. Clique para aumentar.Página 47. Clique para aumentar.

Página 48. Clique para aumentar.Página 49. Clique para aumentar.

Página 50. Clique para aumentar.Página 51. Clique para aumentar.

Página 52. Clique para aumentar.Página 53. Clique para aumentar.

Página 54. Clique para aumentar.Página 55. Clique para aumentar.

Página 56. Clique para aumentar.Página 57. Clique para aumentar.

Página 58. Clique para aumentar.Página 59. Clique para aumentar.

Página 60. Clique para aumentar.Página 61. Clique para aumentar.

Página 62. Clique para aumentar.Página 63. Clique para aumentar.

Página 64. Clique para aumentar.Página 65. Clique para aumentar.

Página 66. Clique para aumentar.Página 67. Clique para aumentar.

Página 68. Clique para aumentar.Página 69. Clique para aumentar.

Página 70. Clique para aumentar.Página 71. Clique para aumentar.

Página 72. Clique para aumentar.Página 73. Clique para aumentar.

Página 74. Clique para aumentar.Página 75. Clique para aumentar.

Página 76. Clique para aumentar.Página 77. Clique para aumentar.

Página 78. Clique para aumentar.Página 79. Clique para aumentar.

Página 80. Clique para aumentar.Página 81. Clique para aumentar.

Página 82. Clique para aumentar.Página 83. Clique para aumentar.

Página 84. Clique para aumentar.Página 85. Clique para aumentar.

Página 86. Clique para aumentar.Página 87. Clique para aumentar.

Página 88. Clique para aumentar.Página 89. Clique para aumentar.

Página 90. Clique para aumentar.Página 91. Clique para aumentar.

Página 92. Clique para aumentar.Página 93. Clique para aumentar.

Página 94. Clique para aumentar.Página 95. Clique para aumentar.

Página 96. Clique para aumentar.Página 97. Clique para aumentar.

Página 98. Clique para aumentar.Página 99. Clique para aumentar.

Página 100. Clique para aumentar.

Texto escrito e cedido gentilmente por Rezendes, autor do blog Mania dos Quadrinhos.

Sem comentários:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...