segunda-feira, 7 de janeiro de 2008

Fresco de Júlio Verne em Nantes

Embora não tenha ocorrido em terras lusófonas, decidi partilhar com vocês um fresco de Júlio Verne pintado numa edifício na sua cidade de infância e juventude, Nantes.

Este fresco foi concluído no final do ano e tem por tema o seu nome. Foi realizado sobre uma parede de um edifício na rue de l'Échelle perto da rue de l'Arche-Sècheda.



Jean-Yves Jodeau, pintor de murais em Nantes escolheu retratar Jules Verne na sua cidade natal, cidade que o famoso escritor evoca nas suas lembranças de infância e de juventude. O artista decidiu inserir adicionar as máquinas imaginárias e maravilhosas de Jules Verne, pois permite também evocar a sua obra romancista.
"O muro de antemão é preparado com um revestimento à cal. O fresco cobre toda a superfície do muro de um comprimento de catorze metros por doze de largura.", referiu o artista. Esta frase foi retirada de um artigo de 27 de Novembro de 2007 onde concluía que "os traçados devem começar em breve e o fresco deverá estar terminado no início do ano próximo."
Felizmente o mural ficou terminado antes, o que reforça quando dizemos que "Jules Verne esteve sempre à frente do seu "tempo"".
Até aqui se provou...ehehe!

Fonte: Presse Océan

3 comentários:

Ana Paula disse...

O fresco parece lindíssimo e a ideia espectacular! Júlio Verne merecia e merece ainda mais!

No post anterior, alguém comentou que a aparente falta de sucesso (porque acredito que é um escritor de enorme sucesso)de Júlio Verne se deve ao facto de não ser feito nenhum filme (superprodução) baseado nas suas histórias. Parece-me que faz muito sentido esta explicação. Isso e a questão de modas. Mas Júlio Verne nunca passará de moda. Ele é um grande clássico sempre futurista.

Cumprimentos meus, Fred!

Fred disse...

Realmente é muito bonito e só tenho pena de não ter dinheiro pra fazer o mesmo no meu prédio:)

Quem sabe se não há alguém que veja este fresco e que faça uma pintura na sua casa afim de comemorar o 130º aniversário da sua visita a Portugal (1878-2008)!

Carlos Patrício disse...

Bonita homenagem, em sua terra natal.
Aqui no Brasil chamamos as pinturas feitas diretamente sobre paredes de "afrescos" - e este é belíssimo!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...