terça-feira, 7 de maio de 2013

Morreu Ray Harryhausen, o mestre dos efeitos especiais de 'A Ilha Misteriosa' (1961)

Como é do seu conhecimento, há filmes que utilizam o nome das suas obras mas que, para além de muito fracos, pouco têm das obras de Verne. É o caso, por exemplo, de A Volta ao Mundo em 80 dias com Jackie Chan.

Porém, há outros que são autênticas obras-primas do cinema mundial. É o caso de 20000 Léguas Submarinas com Kirk Douglas, Viagem ao Centro da Terra, com a bela participação de James Mason e Pat Boone; A Volta ao Mundo em 80 dias de Michael Anderson, com os grandiosos actores David Niven e Cantinflas; ou mesmo Michel Strogoff de 1975 realizado pelo Jean-Pierre Decourt.

Nesta magnífica lista é obrigatória a entrada de A Ilha Misteriosa (1961) de Cy Enfield com os belíssimos efeitos especiais artesanais da autoria de Ray Harryhausen.


Hoje, recebemos a triste notícia da sua morte em Londres, aos 92 anos.

Ao longo de meio século, a partir de 1935, Harryhausen deu vida a criaturas e monstros dos filmes de Sinbad, Fúria de Titãs, Jasão e os Argonautas e outros. Embora tenha influenciado toda a geração que trabalha com efeitos visuais hoje, de James Cameron e George Lucas a Peter Jackson e Guillermo Del Toro, Ray Harryhausen nunca ganhou um Oscar por seus filmes. O erro histórico foi corrigido em 1992, com um troféu honorário da Academia.

Deixo um vídeo (em inglês) de Ray Harryhausen filmado há algum tempo onde este fala dos efeitos especiais de A Ilha Misteriosa de 1961.

Veja que vale a pena:


Que descance em paz.

8 comentários:

Carlos Patrício disse...

Grande Ray Harryhausen ...

Puxa, Fred, essa reportagem me fez lembrar os inúmeros filmes que vi fascinado pela maestria dos efeitos especiais desse veradadeiro gênio do Cinema!

Os livros de Verne foram sempre uma de suas inspirações, não fosse Harryhausen um legítimo discípulo do mestre.

Quem não viu, não pode deixar de ver qualquer filme com a participação desse espetacular "mágico" - será uma experiência inesquecível. Mesmo nesses tempos de computação gráfica, os truques de Harryhausen ainda assombram pela qualidade e técnica.

Anónimo disse...

Olá, Fred! Seu blog é muito bom, obrigada por estar sempre disponibilizando coisas interessantes para os entusiastas de Júlio Verne.
Que tal acha você de colocar, na seção de filmes, um trailer do 20.000 léguas submarinas, que está disponível no YouTube? É o trailer original, e acho que vão gostar dele.

Flambeau

Frederico disse...

Flambeau, no site www.jverneportugal.no.sapo.pt na secção cinema, cada filme tem associado o link para o seu trailer.

Posso colocar aqui esse trailer quando tiver uma notícia relacionada com ele.

Cumprimentos

Anónimo disse...

Obrigada pela resposta; meu irmão me disse que foi você mesmo que pôs o trailer no YouTube! Gostei muito dele; sei que há gente que não concorda, mas eu prefiro os trailers antigos, que vão mais devagar, têm trechos de diálogos etc.

Beatriz (Flambeau)

Debora Borges disse...

Vernianos de plantão, por favor me ajudem! Estou fazendo meu TCC sobre Julio Verne e estou em uma dúvida cruel. O meu TCC é sobre as obras de Verne do século XIX que estão no Grêmio Literário Português do Pará, e lá consta uma obra com o título A DESCOBERTA DA TERRA, porém não encontrei em nenhuma blibliografia de Verne essa obra. Alguém por favor se souber alguma coisa sobre essa obra de Verne me ajudem. Será que está obra é de Julio Verne???

Carlos Patrício disse...

É sim, Debora.
Verne, como grande apreciador das viagens de descobrimento, escreveu "A Descoberta da Terra: A História das Grandes Viagens e dos Grandes Viajantes", em dois volumes, onde descreve e retrata as principais viagens de descobrimento e seus heróis, desde antes da era cristã até Magalhães, Colombo, Livingstone e Stanley.

Veja a bibliografia completa de Verne, organizada com maestria pelo Fred Jácome, no link:

http://jverneportugal.no.sapo.pt/livros.htm

No final da listagem, aparecem essa e outras obras de Verne de cunho científico e de não-ficção.

Um abraço.

Debora Borges disse...

Carlos Patrício, muito obrigada!
Você não sabe como me ajudou, eu reviro esse blog o dia todo, mas ainda não tinha visto nada sobre A Descoberta da Terra.
Estou muito feliz, obrigada.

Carlos Patrício disse...

Ficamos felizes em poder ajudar, Debora.
Sinta-se a vontade, sempre, para fazer qualquer questionamento que for necessário.
E boa sorte no seu Trabalho de Conclusão de Curso!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...