quarta-feira, 10 de março de 2010

Navio-Escola Sagres no Fim do Mundo

O Navio-Escola Sagres, navio português, iniciou a 19 de Janeiro a sua terceira viagem de circum-navegação, que deve durar cerca de onze meses. É a terceira vez que a Sagres realiza uma Circum-navegação, tendo a última viagem ocorrido em 1983/84.



Ao longo da viagem, o seu comandante, Proença Mendes, publica no site da RTP o diário de bordo para que todos possam acompanhar a viagem do navio à volta do Mundo.

Mas qual a relação desta viagem com Júlio Verne (além de ser uma volta ao Mundo?), perguntam os nossos visitantes.

Deixo-vos a último parágrafo do Diário de Bordo de 9 de Março:

Nos próximos 10 dias a temperatura média do ar baixará 20ºC e a da água do mar baixará 15ºC para os 9. Vamos a caminho da Isla de Los Estados (55ºS-64ºW) onde desfilaremos frente ao farol de San Juan del Salvamento, imortalizado por Júlio Verne como farol do Fim do Mundo e atracaremos em Ushuaia, a cidade mais setentrional do nosso planeta, no próximo dia 20 de Março.

Até breve!

O texto do Diário de Bordo do dia citado, como os anteriores, encontram-se no site da RTP.
Lá, é possível visualizar algumas fotos e vídeos do itinerário.

Deixo-vos uma entrevista ao Comandante Proença Mendes a bordo da Sagres:

3 comentários:

André Coroado disse...

Muito interessante. Devo confessar que os constantes anúncios de publicidade à iniciativa na televisão tendo como base os jogos santa casa criaram em mim uma certa relutância em aceitar esta iniciativa. No entanto, agora que me apercebo da sua dimensão e do interesse simbólico do projecto como marca do regresso de Portugal aos tempos da Expansão Marítima fico mais cativado!

Claro que a referência a uma obra verniana (que ainda não li, por sinal) vem aguçar esta minha curiosidade!

Mais uma vez, obrigado pela partilha! Nada escapa ao Frederico!

PS: Ushuaia não deveria ser a cidade mais meridional do planeta (Sul) em vez de setentrional (Norte)?

Frederico disse...

André, por falar nisso acabei de concorrer nos jogos da Santa Casa a uma etapa no Chile a bordo do Navio. Lembrei-me agora que enjoo... Pode ser que não.

Se não leste, recomendo a sua leitura pois trata-se uma história bastante interessante onde um dos três guardas encarregados de zelar pelo funcionamento do farol consegue fugir dos piratas e tenta sobreviver até à chegada da armada. Não sei porquê mas tudo que envolve ilhas, eu gosto.

E sobre a tua correcção, penso que tens razão. Um lapso.

Ana Cláudia disse...

Frederico,

Não teria um lugar no navio-escola Sagres para uma brasileira, apaixonada por Verner, viagens e geografia?

Puxa.... Esta é a viagem dos meus sonhos. Aproveitaria para ler e reler Jules Verner.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...