quinta-feira, 9 de abril de 2009

Estreia de J. Verne na "Cavaleiro Andante" em 1953

Enquanto a revista Cavaleiro Andante iniciou a sua publicação a 5 de Janeiro de 1952, contendo 20 páginas, os Números Especiais começaram a sair em Junho de 1953, contendo, em geral, 68 páginas a preto e branco ou a uma cor, embora ocasionalmente algumas páginas fossem impressas a duas cores. No entanto, a impressão era de fraca qualidade, o que fazia frequentemente com que a cor estivesse desalinhada da impressão a preto.

O primeiro número, que aqui apresentamos, num trabalho a que esperamos dar continuidade, tinha capa desenhada por Eduardo Teixeira Coelho, a cores, como aliás muitos dos números seguintes, contendo uma história de maior dimensão, alguns artigos dedicados aos jovens do sexo masculino, que eram, maioritariamente, o seu público-alvo, incidindo no desporto, na aventura, no colecionismo, e alguns passatempos, para além de contos.
Neste caso, há algumas fotografias, ilustrações de Emílio Freixas, e a mais extensa história de quadradinhos (36 págs) intitula-se Miguel Strogoff, a primeira adaptação do romance de J. Verne na revista.
As páginas foram digitalizadas a 150 dpi, e as miniaturas a 72 dpi. Para aceder às imagens de maior dimensão, bastará clicar em cada uma das miniaturas.


Página 1. Clique para aumentar. Página 2. Clique para aumentar.

Página 3. Clique para aumentar. Página 4. Clique para aumentar.

Página 5. Clique para aumentar. Página 6. Clique para aumentar.

Página 7. Clique para aumentar.Página 8. Clique para aumentar.

Página 9. Clique para aumentar.Página 10. Clique para aumentar.

Página 11. Clique para aumentar.Página 12. Clique para aumentar.

Página 13. Clique para aumentar.Página 14. Clique para aumentar.

Página 15. Clique para aumentar.Página 16. Clique para aumentar.

Página 17. Clique para aumentar.Página 18. Clique para aumentar.

Página 19. Clique para aumentar.Página 20. Clique para aumentar.

Página 21. Clique para aumentar.Página 22. Clique para aumentar.

Página 23. Clique para aumentar.Página 24. Clique para aumentar.

Página 25. Clique para aumentar.Página 26. Clique para aumentar.

Página 27. Clique para aumentar.Página 28. Clique para aumentar.

Página 29. Clique para aumentar.Página 30. Clique para aumentar.

Página 31. Clique para aumentar.Página 32. Clique para aumentar.

Página 33. Clique para aumentar.Página 34. Clique para aumentar.

Página 35. Clique para aumentar.Página 36. Clique para aumentar.

Página 37. Clique para aumentar.Página 38. Clique para aumentar.

Página 39. Clique para aumentar.Página 40. Clique para aumentar.

Página 41. Clique para aumentar.Página 42. Clique para aumentar.

Página 43. Clique para aumentar.Página 44. Clique para aumentar.

Página 45. Clique para aumentar.Página 46. Clique para aumentar.

Página 47. Clique para aumentar.Página 48. Clique para aumentar.

Página 49. Clique para aumentar.Página 50. Clique para aumentar.

Página 51. Clique para aumentar.Página 52. Clique para aumentar.

Página 53. Clique para aumentar.Página 54. Clique para aumentar.

Página 55. Clique para aumentar.Página 56. Clique para aumentar.

Página 57. Clique para aumentar.Página 58. Clique para aumentar.

Página 59. Clique para aumentar.Página 60. Clique para aumentar.

Página 61. Clique para aumentar.Página 62. Clique para aumentar.

Página 63. Clique para aumentar.Página 64. Clique para aumentar.

Página 65. Clique para aumentar.Página 66. Clique para aumentar.

Página 67. Clique para aumentar.Página 68. Clique para aumentar.
Texto escrito e cedido gentilmente por Rezendes, autor do blog Mania dos Quadrinhos.

1 comentário:

Carlos Patrício disse...

Espetacular adaptação em quadrinhos para o romance "Miguel Strogoff"; os desenhos são incríveis!

E toda a revista é muito interessante (lógico, tomando-se em conta o tempo decorrido desde a publicação original)... obrigado ao Rezendes e ao excelente blog "Mania de Quadrinhos".

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...